domingo, 3 de outubro de 2010

Para alguns, para outros...


Para alguns mostrei quem eu realmente sou...
Para outros fui muito reservado...

Para alguns sou brincalhão e divertido...
Para outros sou sério e calado...

Para alguns sou responsável e esforçado...
Para outros sou só um vagabundo...

Para alguns sou muito atencioso...
Para outros nem dou muita importância...

Cada um me enxerga de uma maneira...
Mas poucos me conhecem de verdade...
Nem sempre uma ação justifica um homem...
É pra isso que existem as exceções...
Uma pessoa pode surpreender mais do que se imagina...

Para alguns sou único...
Para outros sou só mais um...

Esses alguns são poucos...
Mas são eles os meus verdadeiros amigos...

3 comentários:

Anônimo disse...

Texto digno de um post de n° 100 do ano...

Me identifiquei, pq sempre fico tentando achar quem eu sou, e talvez esse post me ajude a enxergar de uma nova perspectiva o q eu preciso pra finalmente acabar com as minhas dúvidas...

Belo post kra...

Abraço!

~ * Tai * ~ disse...

Muito bonito seu texto Marcos!

As pessoas que mais nos conhecem são os mais próximos... ou seja, nossos amigos...
são eles que estão nos melhores e piores momentos de nossas vidas, que nos estendem a mão, nos dão conselho... e sabem gostar da gente como somos.

Crédito à TODOS OS AMIGOS! ^^

Me identifiquei também com o texto...

bjinhuss

Isaque Ikee disse...

Mto legal!
Tem uma "teoria" que diz que cada ser humano é o resultado da união dos pontos de vistas que os outros têm dele.
A "dualidade" da essência humana mostra que não existem "bons" e "maus". Existe um conjunto complexos de sentimentos. Cada um enxergará o que lhe convier.

Parabéns